Por que as pessoas curtem, compartilham e favoritam nas mídias sociais?

social_media_management

Pessoas gostam de interagir com conteúdo. Em um único minuto, nós enviamos 347,000 tweets; curtimos  4,166,667 posts com conteúdo no Facebook, curtimos 1,736,111 fotos no Instagram; e fazemos upload de 300 novas horas de vídeos no YouTube.

domo_data-never-sleeps

Image source: DOMO.com

E como a psicologia é a ciência que se interessa em descobrir as razões por trás de nossos comportamentos, seria mais do que adequado também utilizá-la para entender nossas ações nas mídias sociais. Dessa forma iremos investigar nesse artigo, de acordo com a perspectiva da psicologia, por que as pessoas compartilham e interagem com o conteúdo online?

Para transmitir sua identidade

As pessoas dedicam cerca de 30-40% de todos os seus discursos para falar de si mesmos. Online, esse número cresce e representa cerca de 80% de todos os posts nas mídias sociais.

Além disso, um estudo conduzido pelo The New York Times revelou que 68% dos entrevistados compartilham conteúdo online para oferecer às pessoas um senso melhor de quem elas são e com o que se importam. Por esse motivo, as pessoas endossam campanhas políticas para representar seu ponto de vista, compartilham um vídeo engraçado para demonstrar seu senso de humor ou ainda curtem um trailer de um filme para expressar seu gosto cinematográfico.

O psicólogo Carl Rogers ainda alerta para o fato de que, o que as pessoas compartilham, curtem, retweetam ou favoritam pode não representar o seu verdadeiro “eu”, mas sim o seu “eu” ideal. Dessa forma, o conteúdo que nós estamos compartilhando pode muito bem representar a pessoa que gostaríamos que o mundo enxergasse em nós, e não a pessoa que realmente somos.

Nós sabemos que é comum do ser humano comprar e adquirir coisas como expressão daquilo que são (ou daquilo que queriam ser). Nesse sentido, as marcas representam uma grande parte de quem seus consumidores são. Por isso, encontrar aquele elemento chave com o qual o consumidor conseguirá se identificar, é mandatório para o sucesso de uma marca online e offline. É claro que o ambiente online e as mídias sociais intensificaram esse senso de identidade e de pertencimento exclusivo com um certo grupo que compartilha dos mesmos gostos, opiniões, visões e etc. 

Para manter e enriquecer relacionamentos

A maior razão por trás do porque as pessoas compartilham tem a ver com outras pessoas: 78% das pessoas dizem que compartilham conteúdo, pois isso as ajudaria a se manter conectadas com outras pessoas.

Ao curtir, compartilhar e favoritar o post de outras pessoas, nós mantemos e adicionamos valor aos nossos relacionamentos. O efeito da reciprocidade também está envolvido, no sentido de que nós nos sentimos no dever de oferecer algo em retorno às pessoas que nos ofereceram algo primeiro. Quantas vezes você curtiu um post porque aquele amigo sempre curtia o seu? Isso acontece comigo com bastante frequência 🙂

As mídias sociais promovem uma forma fácil e conveniente de permanecer em contato com seus amigos quando o seu tempo não permite que você se encontre com eles pessoalmente. Uma prova desse fato, é a regularidade com que compartilhamos diferentes conteúdos que julgamos ser interessantes a um amigo, a um grupo de amigos ou ainda que julgamos ser relevante a um de nossos relacionamentos.

social_media_management.

O poder do comentário

Nas mídias sociais, conversas e interações relevantes, são baseadas em uma série de valores e crenças em comum. De outra maneira, elas seriam insignificantes.

Uma vez que 85% dos usuários leem os comentários de outras pessoas para entender um tópico mais claramente e processar melhor uma informação, concluímos que os comentários podem ter o poder de mudar nossa opinião. Um exemplo, coloque qualquer comentário sobre uma marca, serviço (e até mesmo sobre uma pessoa) em qualquer lugar online, e ele poderá ajudar aos leitores a determinar se o serviço é bom ou ruim. E o comentário nem precisa ser baseado em fatos, tudo o que ele precisa é aparecer em algum lugar.

É assim que nossos cérebros funcionam, o que torna definitivamente um desafio aniquilar todos os comentários negativos lá fora. Por isso, é mandatório ser manter engajado nas seções de comentários no seu blog, mídias digitais e moderar conversas sempre que necessário.

Para ganhar um incentivo

Sim, muitas pessoas compartilham comentários para receber algo em troca. Você conhece essas correntes de “Curtir e Compartilhar” no Facebook? É exatamente isso que elas fazem. Um estudo mostra que 67% dos usuários que curtem a página de uma marca no Facebook fazem pela crença que se tornarão alvos de ofertas especiais. Por isso, talvez você não consiga uma curtida, a não ser que você ofereça algo em retorno.

Em conclusão, se você quer que seu conteúdo seja compartilhado, curtido, retweetado, etc; ele precisa criar um senso de identidade, adicionar valor ao consumidor e, se possível, promover algo tipo de incentivo. Lembre-se também de se basear na psicologia para entender melhor qual fator despertará uma resposta emocional e qual não. Essa pode ser a chave para um conteúdo viral.

Manage your Community! Try Swat.io now!

Faça um teste grátis!

Did you like this article? Why not share it with your friends!

Sobre o autor

Tiago Garcia

Segue Tiago em Twitter, Facebook ou Google+!

Send this to friend